Como os Posts deste Blog São Feitos?. Computador com Sistema Operacional Sabayon Linux.

 

Tela Inicial do Meu Desktop.
Tela Inicial do Meu Desktop. Veja Texto.

Autoria: Alberto Federman Neto, AFNTECH.

Revisto e Ampliado em: 18 de Setembro de 2020.

Como este Blog, além de Química e História da Ciência, também é de Eletrônica e Tecnologia diversas, resolvi:

Satisfazer a curiosidade do Leitor, mostrando um pouco, como os posts deste Blog, são feitos e editados.

1. INTRODUÇÃO:

 

Como eu já disse, de vez em quando uso Windows, mas geralmente trabalho com sistema operacional Linux, a cerca de 13 anos. Veja um dos meus primeiros artigos.

Portanto, meu computador de trabalho, atualizado sobre versão antiga,  onde edito este Blog, usa  Sistema Operacional Linux.

2. O QUE É LINUX E BREVE HISTÓRIA DELE:

Assim como o Windows, o Android etc…, Linux  é um Sistema Operacional.

Baseado no antigo Unix, um sistema operacional dos anos 60, em 1987, o Cientista de Computação, Programador e Professor, Americano e naturalizado Holandês, Andrew Stuart Tanenbaum, criou um pequeno núcleo (Microkernel) de sistema operacional, chamado MINIX.

Em 1991, o na época estudante e programador (hoje, Doutor em Engenharia de Computação), Finlandês (hoje, naturalizado Americano), Linus Benedict Torvalds, que via deficiências no MINIX e mesmo no Unix, modificou o MINIX e criou o núcleo, (Kernel) Linux.

Ele mesmo cita sua história e a do Linux, no livro “Just For Fun”, TORVALDS, L.; DIAMOND, D. “Just For Fun” , Editora: Harper Business, New York, EUA, 2a Ed. (2002). Tradução em Português, “Só Por Prazer“.

Com o tempo de uso e desenvolvimento, o Kernel Linux foi agrupado, usado junto a aplicativos, telas gráficas etc… Livres, gratuitas e de Código aberto, do projeto GNU (do programador Americano Richard Matthew Stallman).

O núcleo do Linux, juntamente com os muitos recursos originários do projeto GNU e posteriores, complementares, forma as modernas distribuições GNU/Linux ou simplesmente, distribuições Linux.

São sistemas operacionais completos, diretamente instaláveis nos micros.

Elas, as distribuições Linux, são muitas, muitas mesmo, dizem existem mais de 5000, mas estas são as principais. Link 23.

A principal causa disso, é que Linux é Gratuito, Livre , Link 29, e de Código Aberto, e por isso pode ser editado, modificado, e utilizado livremente.

Principalmente para as principais distribuições, Links 24, 25, 26, 27, 28, 30, 31, 32, 33 , e as grandes, como Ubuntu, Fedora, OpenSUSE, Debian, Mint e a recente, mas muito usada Manjaro, (Áustria, Alemanha e França, 2012), todos os dias, centenas de programadores criam pacotes novos, atualizam ou modificam distros Linux.

Ele é pouco usado no Brasil, se compararmos a Windows ou Android. Mas seu uso aumenta sempre. Principalmente em servidores. Profissionais de TI, aficionados de computação como eu e hackers, gostam muito. Se quiser conhecer Linux, comece pelo Site “Viva o Linux” onde sou Autor e um dos Moderadores. é O maior site Linux da América Latina e 85 % dos Linuxers Brasileiros, estão lá.

Entre as primeiras distribuições desenvolvidas, algumas  se destacaram por sua importância e uso em empresas. O Linux Red-Hat. (EUA) (de 1993-1994). Outras se destacaram porque são usadas em desktops domésticos e de pesquisa ou produção, são muito usadas, e ainda existem: o Debian   (EUA) (1993), o Slackware (EUA) (1993). o Fedora (EUA) (2003), e o OpenSUSE   (Alemanha) (2002).

Ao que me consta, as distribuições Linux mais usadas no Brasil são o Ubuntu (África do Sul, 2004) e o Linux Mint. (Irlanda, 2006).

Mas a que eu mais uso se chama Sabayon Linux. É uma distribuição Italiana, derivada do Linux Americano Gentoo.

3. COMPUTADOR:

O computador onde este Blog é editado, é esteUm Desktop grande, preparado para funcionar como estação de trabalho Linux mas com vários sistemas operacionais. Otimizado e trabalhando em regime de alta performance.

É um AMD Phenom, Bulldozer, FX-8120, com 8 núcleos,  soquete AM3+, memória RAM DDR3 de 16 Giga. Placas de vídeo AMD CEDAR, Radeon 4200 (onboard) e  Radeon HD-5400 (offboard).

4. SISTEMA OPERACIONAL E RECURSOS:

Um dos sistemas operacionais do micro, o que mais uso.

Um Sabayon Linux.  A versão Oficial estável lançada é a 19.03, mas Sabayon é Rolling Release,  em teoria, não precisa mais ser reinstalado.

O meu foi instalado em 2017, de uma  versão antiga 17.04, mas várias vezes atualizado, até a versão atual 20.10 (quer será lançada no fim de 2020) .

Não é o objetivo deste Artigo, mostrar como se instala, usa ou atualiza Sabayon , mas eu tenho muitos Artigos escritos sobre ele, vejam nos links 1 e 2. E há vídeos (links 3, 4, 5) e tutoriais (links 6, 7, 8) que ensinam a instalar.

O meu foi instalado em 2017, usando a última ISO da época, Sabayon Daily Build. Usando  última Daily Build, sempre terá o Sabayon mais recente.

Sabayon atualiza com os comandos padrão da distribuição. Atualizado para versão 20.10, Kernel Linux, 5.6, de Setembro de 2020, como mostra a  saída de clássicos comandos Linux,  “cat” e uname“.

$ cat /etc/*-release
Gentoo Base System release 2.6
DISTRIB_ID=”Sabayon”
NAME=Sabayon
ID=sabayon
PRETTY_NAME=”Sabayon/Linux”
ANSI_COLOR=”1;32″
HOME_URL=”https://www.sabayon.org/”
SUPPORT_URL=”https://forum.sabayon.org/”
BUG_REPORT_URL=”https://bugs.sabayon.org/”
Sabayon Linux amd64 20.10
Sabayon amd64 release 20.10
DATA, HORA, UTC E ANO: sex set 11 18:39:14 -03 2020

……………………………………….

$ uname -a
Linux fcfrp62 5.6.0-sabayon #1 SMP Tue Jun 23 13:11:32 UTC 2020 x86_64 AMD FX(tm)-8120 Eight-Core Processor AuthenticAMD GNU/Linux

Com Linux do tipo Rolling Release, se tiver prática, nunca mais precisará reformatar e nem reinstalar o sistema operacional.

Esta é uma última atualização rápida, do dia 17 de setembro de 2020. Veja como se instalam pacotes em Sabayon (em Linux, chamamos software, programas, de pacotes, porque realmente o são, são programas empacotados em um formato instalável). Também comandos simples para atualizar. Para ver o que é   sudo.

Atualizei usando comandos:

$ sudo equo up (atualiza repositórios)

$ sudo equo u -av (atualiza todos os pacotes)

Aqui,  a tela dele, atualizando. O terminal de comandos que usei é do tipo suspenso, próprio para KDE  e se chama Yakuake. O Kernel foi atualizado para o 5.7, usando o procedimento que descrevi neste Artigo.

Atualizando o Sabayon Linux, Com Comandos (equo up && equo u -av) e usando Terminal Suspenso Para KDE, Yakuake.
Atualizando o Sabayon Linux, Com Comandos (equo up && equo u -av) e usando Terminal Suspenso Para KDE, Yakuake.

5. TELA GRÁFICA PRINCIPAL, KDE PLASMA 5.19.4 e VISUAL:

A imagem que ilustra este Artigo, é a minha tela principal do Desktop. Sabayon aberto em KDE 5. Captura de tela feita com o aplicativo Spectacle, do próprio KDE.

Nas telas gráficas, cumpre salientar que Linux é muito diferente e aperfeiçoado em relação a Windows.

Windows tem sempre “a mesma cara”. Linux não. Ele aceita vários tipos de telas gráficas, e você pode escolher ao iniciar a sessão. Por exemplo, veja Sabayon aberto em ambientes gráficos diferentes, como Enlightement ou KDE Plasma, e vários tipos de terminal de comando. Existem vários outros ambientes gráficos.

O ambiente gráfico  que mais uso é o KDE Plasma. A versão mais nova dele no Sabayon é a 5.19.4. O KDE é uma interface gráfica completa de origem Alemã.

Resumindo, minha tela está aberta no KDE. agora descrever os temas, cores, aplicativos etc….

O papel de parede de fundo é  do próprio Sabayon Linux 19.

Papel de Parede do Sabayon Linux, Versão 19.
Papel de Parede do Sabayon Linux, Versão 19.

Vejamos a tela, novamente:

Tela Inicial do Meu Desktop.
Tela Inicial do Meu Desktop. Veja Texto.

 Como falei, o ambiente gráfico é o KDE 5.19.4, de julho de 2020. No lado esquerdo, onde aparecem as pastas (em linux se chamam diretórios, mesmo) o gerenciador de arquivos padrão do KDE, se chama Dolphin.

As coisas, aplicativos que você pode colocar na tela, em KDE, se chamam Widgets. E Plasmóides.Em KDE você pode mudar muitas coisas.

O Monitor de velocidade de Rede é interno, do KDE mesmo, e a direita dele, um monitor de uso da porcentagem de uso da CPU, do KDE mesmo,  Ksguard, onde usei um padrão visual tipo Steampunk, mas do KDE mesmo.

No lado direito, última coluna, é um monitor de sistema completo, que eu gosto muito, chamado (link 9), Gkrellm. O tema que uso nele se chama Sunset. Está dentro do pacote de temas do gkrellm para Sabayon. Não é para KDE, é para ambiente gráfico GNOME, mas funciona em KDE também.

Acima, o monitor de clima é Weather Widget,   para KDE. O grande relógio com calendário, se chama Time Keeper Plasmoid, link 10, e tem um visual antigo, vintage e steampunk. Gosto desses visuais antigos.

O esquema de cores, marrom, avermelhado e dourado, se chama DCR-RedGold-Regal. Para KDE Plasma.

O estilo do KDE Plasma é Breeze padrão. Mas os ícones foram trocados para um de estilo retrô, vintage, o Steampunk de Blacksgate, Alemanha. É para KDE4, mas roda no 5.  Veja outros ícones tipo Steampunk. O estilo das janelas é o padrão, Oxygen.

Para você ter uma ideia de como ficam as janelas:

Tela de Linux, Mostrando o Terminal de Comandos Konsole e o Gerenciador de Arquivos, Dolphin. Note os Ícones.
Tela de Linux, Mostrando o Terminal de Comandos Konsole e o Gerenciador de Arquivos, Dolphin. Note os Ícones.

Do lado esquerdo, o gerenciador de arquivos do KDE, o Dolphin, aberto no meu diretório principal, ~/albfneto,

E na direita, o emulador de terminal de comandos do KDE, o Konsole (lembrando que em Linux, você pode usar só tela gráfica como no Windows, onde raramente se usam comandos, mas quem tem prática com Linux, usa vários comandos).

O Tema de cursores é o Chameleon Ultimate Edition. Para KDE Plasma. Ele troca as cores do cursor, automaticamente.

Outra característica legal do Linux. Os efeitos gráficos 3D! Links: 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20. Linux tem uns efeitos 3D muito legais, janelas que queimam, cubos que se movem etc..

No meu Sabayon com KDE 5, eu tenho instalado o gerenciador de janelas 3D Kwin, link 21,  o que proporciona um bom número de efeitos 3D.

Nas imagens, algumas capturas de telas (com aplicativo KDE Spectacle), mostrando alguns efeitos. Exemplos: Janelas “Moles”, ou “Despedaçadas” ao fechar. Linux tem em geral,  4 áreas de trabalho (não uma só). Elas podem ser colocadas nos lados de um Cubo.

Sabayon Linux 20.10. Aberto em KDE 5. Efeito de Kwin, Janela "Mole" ao Movimentar.
Sabayon Linux 20.10. Aberto em KDE 5. Efeito de Kwin, Janela “Mole” ao Movimentar.
Sabayon Linux 20.10, KDE 5. Efeito de Kwin, Movendo o Cubo.
Sabayon Linux 20.10, KDE 5. Efeito de Kwin, Movendo o Cubo.
Efeito das Janelas Despedaçadas ao Fechar. Sabayon 20.10, com KDE 5 e Kwin.
Efeito das Janelas Despedaçadas ao Fechar. Sabayon 20.10, com KDE 5 e Kwin.

 

Mais um pouco de efeitos 3D de Kwin, em KDE do Sabayon Linux. diversos:

Mais Efeitos 3D, de Kwin, em KDE 5, do Sabayon Linux. Deformação e Descoloração de Janelas.
Mais Efeitos 3D, de Kwin, em KDE 5, do Sabayon Linux. Deformação e Descoloração de Janelas.

 

Viu que legal? Tem muitos mais efeitos. Link 22.

6. NAVEGADOR DE INTERNET:

Em Windows, o navegador de Internet principal, vocês sabem, é o Google Chrome. Em Windows 10, é o Edge.

Mas em Linux, o comumente mais usado é o Mozilla Firefox.

No meu caso, sou testador beta da Fundação Mozilla, a vários anos, e por isso, eu uso Firefox tanto em Windows, como em Linux.

Ainda, eu uso as versões Nightly, as em teste, as que vão ser o Firefox Oficial do futuro. Atualmente, ao tempo deste artigo ser escrito,  é a 82 Alfa 1.

Eu uso a versão pré-compilada para Linux de 64 Bits. Para o método que uso para baixar e instalar, veja este Artigo.

Eis meu navegador, aberto neste Blog.

Navegador de Internet, Mozilla Firefox, Versão Experimental Nightly, 82 Alfa 1, 64 Bits, em Português do Brasil.
Navegador de Internet, Mozilla Firefox, Versão Experimental Nightly, 82 Alfa 1, 64 Bits, em Português do Brasil.

 

Para combinar com minhas cores de tela e janelas, DCR-RedGold-Regal, o Tema de cor do Firefox, é uma PersonaRed Theme for CW. As versões novas são para o “mailer” Thunderbird, mas rodam em Firefox, também.

Além disso, vários Plugins, complementos que uso, instalei no Firefox: Sincronizador de Favoritos EverSync, , o FVD Syncronizer, Utilitários para testadores beta, Nightly Tester Tools, Aplicativo para trocar língua e local, Quick Locale Switcher, Baixador de vídeos Video Download Helper.

7. COMO SÃO FEITOS E EDITADOS OS POSTS DESTE BLOG:

Este é um Blog no Site WordPress. É um dos mais importantes locais para hospedar Sites, Blogs e Home-Pages.

A Hospedagem é gratuita, mas o meu domínio, ciencialivre.blog , é pago. O tema WordPress que usei é o bonito Twenty Seventeen.

Os posts e sua edição, são feitos em geral, em Sabayon Linux, no próprio navegador Firefox Nightly, usando o editor de blocos do WordPress, ou o próprio editor clássico.

As referências bibliográficas e links de meus artigos aqui no Blog, são pesquisados usando os procedimentos gerais que descrevi neste Artigo.

O Blog é Livre e Gratuito e tem Licença Creative Commons, 4.0 Internacional. O que equivale a dizer que você pode utilizar, copiar, modificar, qualquer parte do meu Site, desde que a Autoria Principal seja citada.

Se quiser publicar alguma coisa no meu site, entre em contato comigo pelo formulário. Desde que o Artigo ou Post se enquadre nos assuntos do meu Blog: Ciência, Tecnologia, Eletrônica, Antiguidades, Química ou História da Ciência, posso avaliar seu Artigo e publicá-lo citando sua Autoria original.

Para você ter um Blog no WordPress, basta abrir uma conta nele e  seguir um dos muitos tutoriais da rede.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s